Instituto Flauta Mágica precisa de doações para manter atividades

0
22
Crédito das fotos: Revele Projetos Fotográficos

Programa de Apadrinhamento Sol-Lá-Si-Doe busca doações para o Instituto Flauta Mágica manter atividades
Atualmente, mais de 500 jovens e crianças são beneficiadas pelo Instituto Flauta Mágica, que precisa de doações para continuar atendendo

Contribuir com o desenvolvimento de educação musical, ampliar horizontes e transformar vidas. Este é objetivo do Instituto Flauta Mágica que, em quase 20 anos, já atendeu cerca de 5 mil crianças e jovens da periferia de Cuiabá. Para continuar nessa missão de transformação social por meio da música, o Instituto está com o Programa de Apadrinhamento Sol-Lá-Si-Doe.

O Programa visa arrecadar recursos para garantir as atividades com as crianças e jovens que participam do projeto, que são as aulas de orquestra ou coral, balé e orientações de cidadania. Para isso, cada padrinho poderá realizar contribuições mensais no valor de, no mínimo, R$ 50,00 pelo período de 12 meses.

Sob o comando do maestro Gilberto Mendes e uma equipe de profissionais qualificados, os participantes têm à disposição orientação educacional, musical e cidadã consistente. Qualquer criança ou jovem em situação de vulnerabilidade social pode participar do projeto, sem a necessidade de testes ou seleção.

De acordo com o Maestro, tanto pessoa física quanto jurídica podem apadrinhar uma ou mais crianças do Instituto. “O projeto Flauta Mágica vai completar 20 anos em fevereiro e os nossos resultados são incríveis. Beneficiamos milhares de crianças e jovens e fizemos uma revolução cultural na comunidade, reconhecida pelos próprios moradores. Enquanto um jovem no Complexo Pomeri custa 3 mil reais para o Estado, no projeto custa R$50,00. É bem mais barato e o benefício para a sociedade é absurdamente maior”, avalia o maestro.

Situado no bairro Jardim Vitória, o Flauta Mágica atende atualmente mais de 500 pessoas. Possui ainda o selo de qualidade da John Snow Consultoria, que faz auditoria de projetos sociais que a Unesco apoia, demonstrando a credibilidade e compromisso das instituições sociais com seus objetivos e resultados.

Em 2014 o Flauta Mágica viajou para Alemanha, Áustria e Suíça, levando na mala a MPB para tocar na casa de Mozart. Durante o show no Welt Museum Wien foi gravado um DVD ao vivo, lançado em 2015.

Para colaborar com uma criança pelo Programa de Apadrinhamento Sol-Lá-Si-Doe, basta acessar aqui o site do projeto. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (65) 3641-6038 ou pelo e-mail: contato@flautamagica.org.br. Acompanhe também as ações do Instituto Flauta Mágica pelo Facebook.