Gratuito, UFMT oferece treinamento de defesa pessoal para mulheres

0
65

A Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), por meio da Gerência de Projetos Esportivos e Lazer (GPEL), vinculada à Coordenação de Extensão da Pró-Reitoria de Cultura, Extensão e Vivência (Procev), oferecerá, em parceria com a Federação de Krav Maga, uma aula de defesa pessoal.

“A atividade, acontece no dia 20 de outubro às 15h no ginásio da UFMT no Câmpus de Cuiabá, é voltada à comunidade universitária feminina e também para mulheres que tenham interesse em praticar defesa pessoal”, disse a  Instrutora Taísa Guimarães.

Os treinamentos serão ministrados por profissionais habilitados pela Federação Sul Americana de Krav Maga, que vão mostrar como é possível que qualquer pessoa, independentemente de sexo, idade ou porte físico, pode se defender em casos de ataque. A aula contará com exercícios de defesa contra roubo de bolsa, puxão de cabelo, agressão, estrangulamento, situação de estupro, entre outras.

Segundo explica a Instrutora Taísa Guimarães, habilitada pela Federação e responsável pela difusão da modalidade em Mato Grosso, o Krav Maga foi desenvolvido para que qualquer pessoa, independentemente de sexo, idade ou porte físico, esteja pronto para se defender de um ou mais agressores, armados ou não. “Não se trata de um esporte e sim de uma modalidade de defesa, que torna as pessoas mais atentas e preparadas para não se tornarem vitimas da violência cotidiana”, afirma Taísa.

Krav Maga

Criado em Israel, na década de 40, por Imi Lichtenfeld, o Krav Maga é a única modalidade reconhecida mundialmente como arte de defesa pessoal. No Krav Maga não há competições, campeonatos ou medalhas. O maior troféu é a vida que será salva um dia. Do ponto de vista físico, o princípio desta modalidade de defesa é que os exercícios sejam exequíveis por qualquer pessoa, em seu ritmo próprio, respeitando o limite de seu corpo.

Emocionalmente, o Krav Maga forma pessoas mais seguras. Para se enfrentar situações de risco é preciso capacidade mental e isso se adquire por meio de práticas orientadas pelo instrutor.

A prática também influencia no comportamento. Atenção, disciplina e seriedade, saber diferenciar o certo do errado, usar o autocontrole, tudo isso é praticado.

Taísa Guimarães conta que a procura pela modalidade israelense de defesa pessoal vem crescendo bastante, inclusive pelas mulheres que buscam formas de se sentirem mais seguras. “O treinamento do Krav Maga com profissionais habilitados promove o aumento da autoestima das mulheres e as torna mais atentas à sua segurança e bem estar”, afirma Taísa.

As inscrições deverão ser realizadas pessoalmente no Ginásio da UFMT entre 27 de setembro e 15 de outubro, das 8h às 11h e das 14h às 17h.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (65) 3615 8841.