Artistas regionais expõem obras representando o cerrado mato-grossense em Cuiabá

0
81

A exposição “Fecundo Cerrado” que acontece no Museu do Morro da Caixa D´água Velha , resultado da iniciativa dos artistas, Benedito Nunes, Carlos Lopes, Guadá Senatore, Rosylene Pinto e Ruth Albernaaz , retrata os questionamentos políticos e a preocupação com o futuro dos biomas.

expo 04 red

As obras expostas exploram as mais variadas técnicas, como xilogravura, gravadas em madeira com impressão em papel japonês, além de esculturas em argila com dimensões variáveis, pintadas com tinta acrílica. A curadoria é de Benedito Nunes, Rosylene Pinto e Ruth Albernaaz.

A mostra com entrada franca segue aberta ao público até o dia 12 de dezembro de 2014.

De acordo com os artistas, eles escolheram este tema pelo aprendizado. “Buscamos refletir e reconhecer a importância da paisagem natural como propulsora do nosso imaginário enquanto artistas mato-grossenses. O Fecundo Cerrado nos traz uma poética de resistência, força que brota para que nossa arte possa perpetuar-se, aprendendo com as flores que desabrocham de forma resiliente após as árvores serem queimadas. Transportamos para a imagética um passeio pelo belo, por essa energia que pulsa, que vibra a cada broto, a cada recomeço, a cada nova fase em seu ciclo de vida”, testemunham no texto que consta no catálogo da exposição.

Local: Museu Morro da Caixa D´água Velha – R. Comandante Costa, s/nº – Centro – (65) 3023-0227.

Horário de Visitação: 2ª a 6º (8h às 17h) e Sab., dom e feriados das (9h às 12h e 13h às 17h). Terças, sábados e domingos às 19h.

Da Redação

Deixe um Comentários

Insira seu comentário
Insira seu nome