Agências de viagens devem se inscrever no Cadastur

Cachoeira-Salto-das-Maravilhas-em-Reserva-do-Cabaçal-01.jpg

Para evitar surpresas desagradáveis, quem quer desfrutar uma viagem da forma mais segura, deve verificar se a agência de viagens, e demais prestadores, estão cadastrados no Cadastur – sistema do Ministério do Turismo obrigatório para as empresas que atuam no setor.
Outra dica valiosa para os viajantes é averiguar o histórico das empresas, como possíveis queixas no Procon ou em sites especializados.

Ao contratar uma agência é necessário solicitar uma cópia do contrato de prestação de serviço que deve ser lido atentamente para esclarecer as dúvidas antes da assinatura.Confirmado o contrato, para evitar imprevistos vale solicitar à agência documentos, como: confirmação de reserva de hospedagem, nota de débito ou recibo da fatura do hotel, passagens com assentos marcados, além do roteiro completo da viagem.

Se o objetivo é conhecer mais a fundo a história do local, é oportuna a contratação de um guia de turismo que, preferencialmente, deve ser credenciado pelo Ministério do Turismo.

Para se habilitarem à função, os profissionais passam por um curso de 800 horas que inclui temas sobre o turismo nacional e regional.

Cadastur MT
Em Mato Grosso, a equipe da secretaria adjunta de Turismo da Secreataria de Desenvolvimento Econômico vem estimulando a adesão dos agentes e prestadores de serviços ao Cadastur.

No ano passado, a secretaria expandiu a prestação de informações sobre o sistema durante o projeto Caravana da Transformação realizada pelo Governo do Estado.

Ao todo, foram 36 cidades atendidas. “Chegar aos municípios, alguns mais distantes da capital, com toda a estrutura do Estado tem facilitado a vida dos prestadores de serviços turísticos permitindo que façam o cadastro ou a renovação de forma mais fácil e rápida.

Assim, aos poucos, vamos conseguindo contemplar todos os agentes estaduais permitindo que os visitantes tenham mais tranquilidade para conhecer nossos polos de turismo assegurados pelo sistema”, explica o secretário adjunto de Turismo, Luís Carlos Nigro.

Legalização
O Cadastur promove o ordenamento, a formalização e a legalização dos prestadores de serviços turísticos no Brasil, por meio do cadastro de empresas e profissionais do setor. Após serem concluídos os cadastros gratuitamente, são criados bancos de dados e, assim, são oferecidos aos cadastrados inúmeros benefícios, como a visibilidade do estabelecimento, acesso a linhas de créditos especiais e qualificação profissional.

O sistema é obrigatório para todos os prestadores de serviços turísticos das seguintes atividades: Meios de Hospedagem (albergue, condo-hotel, flat, hotel urbano, hotel de selva, hotel fazenda, hotel histórico, pousada, resort e cama & café); Agências de Turismo; Transportadoras Turísticas; Organizadoras de Eventos; Parques Temáticos; Acampamentos Turísticos; Guias de Turismo.

Em caráter opcional, também podem se cadastrar: Restaurantes, Cafeterias e Bares; Centros de Convenções; Parques Aquáticos; Estruturas de Apoio ao Turismo Náutico; Casas de Espetáculo; Prestadoras de Serviços de Infraestrutura para Eventos; Locadoras de Veículos para Turistas e Prestadoras Especializadas em Segmentos Turísticos.

Da Redação Gabriela Von Eye com informações Gcom-MT

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *